2 de novembro de 2015

Top 5: Lições que aprendi com How I Met Your Mother

Eu nunca fui a louca das séries, mas por How I Met Your Mother rolou paixão.
A série passa em Manhattan, Nova York. e não é só um besteirol americano como tantas outras (desculpe, outras séries!). Como não se encantar pelo Ted? Como não querer ter amigos como Lily e Marshall? Como não rir com os bordões de Barney? Foi mesmo uma série LEGEN… wait for it … DARY! Dessas de ter depressão no final pelo vazio que o término causa. Como lidar com o temporizador indicando que aquele episódio vai acabar e não terei outro pra assistir? Ai, meu coração!!!!!
Atrás das piadas e conflitos dos personagens, existem lições que vou levar comigo pro resto da vida. Juro! Vou compartilhar 5 delas com vocês:

1. Nunca desista do amor: Quando seus melhores amigos, Lily e Marshall, decidiram se casar, Ted percebeu que também queria isso pra vida dele. Então, ele pensou em como seria sua mulher ideal, criando mentalmente uma lista de adjetivos e foi em busca do amor. Ele se meteu em muitas roubadas e poderia ter desistido, mas por mais que ele estivesse cansado de procurar sem sucesso, o coração dele insistia. No final das contas, ele casou e teve os filhos do jeito que ele sempre quis, mas até isso acontecer, Ted viveu relacionamentos ruins. A ânsia por encontrar o amor da sua vida, fez ele enxergar compatibilidade onde não existia e acabou se frustrando na maioria das vezes, até conhecer a mãe dos filhos dele. Super normal a gente idealizar uma pessoa, mas precisamos saber que ela não será nosso xerox. Todos temos diferenças e quando é pra ser, não precisamos nos esforçar pra pessoa gostar da gente. Ela vai gostar naturalmente sem qualquer esforço. Isso só aconteceu com o Ted, porque ele não se baseou em relacionamentos anteriores (fracassados) para investir no próximo. Lembrem-se: A próxima pessoa que tu te permitir conhecer, pode ser o amor da tua vida. Obrigada, Ted. Acho que ainda tenho solução hahahahaha. #cadêumboy

2. O amor pode estar do teu lado: Ainda na primeira temporada, Ted conheceu a Robin – sua suposta mulher ideal. Ele sabia disso, mas Robin não. Ela não queria casar nem ter filhos e isso fez com que as tentativas de namoro entre eles dessem errado. Porém, Ted queria mesmo encontrar alguém pra vida toda e buscou de diversas formas, inclusive em agência de relacionamento. Todas sem sucesso. Na última temporada, após a morte da mãe dos seus filhos (o que me frustrou bastante), ele ficou com a Robin. E vejam só: Ela estava ali o tempo todo. Muitas vezes o amor da nossa vida pode ser o nosso melhor amigo/amiga. As pessoas só precisam de tempo pra se alinhar nos objetivos e enxergar umas às outras.

3. Amigos de verdade sabem tudo sobre você: Quem já ouviu aquela frase clássica de quem se afasta e anos depois volta a falar contigo como se nada tivesse acontecido: “Não importa a distância nem o tempo que passar, nada vai abalar nossa amizade.” Lily e Marshall provaram que não é bem assim. Quando seu filho, Marvin, nasceu, eles se afastaram do grupo e disseram que só os atenderiam se o problema fosse maior que nota 8. Então, eles acabaram alheios aos problemas dos amigos. Porém, não demorou muito para se darem conta de que não sabiam mais nada sobre a vida deles e voltaram atrás, arrumando tempo para conversarem como antes. Era só uma questão de interesse e adaptação. Eu acredito muito nisso. A pessoa fica meses e até anos sem falar contigo e acha que é a mesma coisa? Não é. Lily disse: “Amigo que é amigo sabe o que está acontecendo na vida do outro.” Impressionante como Lily sempre diz a coisa certa. Aliás, ela dá conselhos para todos durante toda a série e sempre muito sábios. Ela se preocupa mesmo com os amigos dela.
Lily, venha aqui em casa um dia desses. Vamos tomar um vinho branco. Linda!

4. Depois das duas horas da madrugada, apenas vá dormir: A mãe de Ted dizia isso à ele. Fato: Ele estava namorando Vitória, que foi morar na Alemanha pra fazer um curso de culinária. Ela mandou um e-mail pro Ted dizendo que namorar à distância era ruim e que ligaria mais tarde pra falar com ele. Ted estava esperando a ligação da Vitória (acreditando que terminaria com ele), mas foi Robin quem ligou. Ted sempre amou a Robin. Então, agindo por impulso, ele foi até o apartamento dela às duas horas da madrugada. Lily e Marshall tentaram impedir, mas não adiantou. Chegou lá, acabou mentindo que tinha terminado com a Vitória e beijou a Robin. Vitória ligou, Robin atendeu e … Bom. Cês já entenderam a confusão que rolou, né? Ted magoou duas pessoas na mesma noite. A lição está muito clara. Depois das duas horas da madrugada, APENAS VÁ DORMIR! Depois desse horário, as chances de tomar decisões erradas são de 100%.

5. Viva sempre o presente: Cansado de conhecer novas gurias e nenhuma delas ser o que ele procurava, Ted decide reencontrar uma namorada do passado (não muito distante), mesmo sabendo que não eram tão compatíveis assim, porque já se conheciam e sabiam coisas um do outro. Seria mais cômodo e mais fácil, mas Robin o ajudou a abrir os olhos para uma grande verdade: “O futuro é assustador, mas você não pode simplesmente voltar ao passado, porque é familiar.” E Ted seguiu em frente. Essa frase da Robin está fixada no meu mural, pra eu não correr risco de fazer o que o Ted queria fazer, porque sou bem perigosinha hahahahaha Toca aí, Ted. Vamos em frente!

TV LOOKOUT

Sei que é louco isso que vou dizer, por se tratar de um personagem fictício, mas o Ted me fez sentir que eu não estou sozinha no mundo. Me identifiquei tanto com ele que me atrevo a dizer que eu sou ele de saia. Juro!

Gente, eu confesso pra vocês que fiquei inconformada com o término da série e com dificuldade MONSTER pra me apegar a outra. Eu daria minha franja por mais temporadas. Sério! 1 minuto de silêncio para a minha depressão pós série!
Obrigada, de nada!

Me ajudem sugerindo novas séries pra eu assistir, porque estou me sentindo orfã. Comentem aqui qual a favorita de vocês.

Super beijo cheio de batom vermelho (e lágrimas)!

Comentários

  1. Laura

    Vc que está lendo esse comentário amava himym e agora sente um vazio? Não se preocupe! Vai passar! Quer dizer,no final de 2014 eu terminei de ver a série.Fiquei atrasada por uns 2 meses.Uma dor no peito que não saía!!Foi difícil para caramba esquecer a melhor série que já vi até hj…Mas dps desses meses passou.Nem lembrava da série direito até que semana passada resolvi rever o último episódio da 1ª temporada.Estou no final da 5ª dnv.Estou mais sentimental que nunca .Choro só de lembrar do final,e, mais ainda de lembrar que nunca mais vou ver a melhor série do mundo pela primeira vez dnv…Só posso dizer CHUPA FRIENDS #obaremuitomelhorqueumacafeteria

    1. Pricila Daguerre Autor do post

      Laura, assisti a série inteira 3 vezes e sempre choro. Pra mim, Friends não tem a mesma graça, mesmo amor. Tamo junto. hahaha Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *